O FUTURO DO VAREJO NA ÁSIA – Tendências para assistir em 2019

O cenário do varejo asiático não é estranho às manchetes de tirar o fôlego. Só nos últimos 12 meses vimos uma loja que pode dirigir-se à sua porta, o Walmart comprando uma (muito disputada) participação de 77% na Flipkart, a saia de Zara batida por parecer o uniforme de um vovô tailandês … e, claro, dólares americanos 25 bilhões de compras online em apenas um dia. É difícil acompanhar, nós sabemos. A batalha é real para todos. O gerente da loja se preocupa com o fato de o comércio eletrônico atrair os clientes, enquanto os jogadores de comércio eletrônico lutam pela estratégia de última milha mais eficiente. E a maior pergunta para a qual todos querem saber a resposta – como você continua a encantar os compradores asiáticos que parecem estar mais conectados, mais informados e mais exigentes a cada dia? Aqui, destacamos algumas oportunidades táticas que você pode aproveitar para alimentar sua próxima inovação de varejo vencedora. As tendências que selecionamos apontam para onde as expectativas do consumidor estão indo e por que sua empresa deve tomar nota.

  • All-in-POS
  • Caras grandes indo pequeno

All-in-POS

Móvel, móvel, móvel. Altamente acostumados com as compras móveis e em movimento, os consumidores asiáticos esperam convocar experiências de varejo como fariam com um gênio de uma lâmpada – acionado por um smartphone, um alto-falante inteligente ou até mesmo seus arredores. Um M-POS sob demanda permite que os usuários se envolvam com sua marca, procurem produtos, testem e comprem de novas maneiras.

PORQUE AGORA?

Acesse em qualquer lugar. Depois de anos de progresso travado, 2017 foi o ano compartilhado – tudo cresceu rapidamente na China e se espalhou pela Ásia. Bicicletas (todos nós vimos os cemitérios!), Bancos de energia, guarda-chuvas, bolas de basquete e até cabines de karaokê e pods de ginástica foram reinventados. O resultado? Os consumidores agora esperam acesso sob demanda por smartphone a qualquer coisa, como e quando precisarem. Pagamentos móveis. Os consumidores do sudeste asiático farão US $ 32 bilhões em pagamentos móveis até 2021 (Euromonitor, 2017). Um consumidor com uma carteira móvel é aquele que pode fazer uma compra em qualquer lugar. Os consumidores não esperam apenas o M-POS, eles estão muito bem equipados para interagir com ele. Onda de maré de tecnologia. Desde o crescimento contínuo do uso de código QR na China, ao ARKit do iOS 11 e ao lançamento do Google Home no sudeste da Ásia (com um Google Assistant que fala singlês para inicializar), não faltam novas tecnologias inundando a região, trazendo o mundo offline mundo online. Os varejistas agora têm novas oportunidades infinitas para incorporar um pouco de magia ao mundo real!

SUA VEZ

Como um gênio Vá além do celular. Compradores pessoais (inteligentes) para todos.
Caras grandes indo pequeno

Varejistas gigantes descobriram uma nova maneira de conquistar mercados asiáticos fragmentados: capacitando lojas pequenas. Esses pequenos quiosques – sejam warungs na Indonésia ou kiranas na Índia – entendem melhor as preferências locais, são convenientes e muitas vezes preferidos às compras online ou grandes lojas. Grandes varejistas estão capacitando esses quiosques e dando-lhes uma reforma digital, recrutando os pontos de venda como SOLDADOS A PÉ para encantar mais clientes.

PORQUE AGORA?

Maturidade online. O crescimento do comércio eletrônico está desacelerando e, enquanto isso, 85% de todas as vendas no varejo na China ainda acontecem em lojas físicas (Boston Consulting Group, outubro de 2017). É imperativo para os gigantes do varejo da Ásia, ávidos por crescimento, capturarem esse mercado off-line. Os quiosques ainda dominam. Os moradores locais ainda adoram quiosques e pequenas lojas. Existem 7 milhões de lojas familiares familiares que dominam o varejo fora das grandes cidades na China (Oliver Wyman, abril de 2018). Esses quiosques costumam ser a fonte do maior crescimento do varejo também, como em países como a Índia. Alianças fáceis. Plataformas de varejo e pequenas lojas formam o par perfeito! Alibaba, JD.com, Amazon e similares ganham centros de logística e pontos de contato físicos, estrategicamente colocados em nós da comunidade. Ao mesmo tempo, os quiosques ficam mais do que felizes em receber suporte técnico de jogadores gigantes para ajudar a ganhar mais dinheiro.

SUA VEZ

Vá além dos serviços convencionais. As lojas familiares evoluíram da entrega de produtos com capacidade para lanches para serviços com capacidade para lanches – pense em serviços postais, recargas de telefone, transferências de dinheiro e muito mais. O que mais eles podem se tornar? Pense grande! O que seria necessário para que se tornassem centros de entretenimento, educação ou mesmo saúde?

Escolha o seu foco de capacitação. Não fique para trás, nossos especialistas estão aqui para responder às suas perguntas sobre como alavancar as tendências do varejo na Ásia. Entre em contato hoje!

Deixe uma resposta

Youtap uses cookies to offer you a better browsing experience. By browsing this website, you agree to our use of cookies.